Meu primeiro ( e único ) jogo em Flash

Conheçam Mannye, o vírus arrependido do Jogo G-Vírus ( Depois de meses percebemos que o nome original vinha do resident evil )

G-Virus - Capa

Em 2008, tive uma das melhores experiencias da minha vida. Bolei e programei um jogo em flash junto com o grande Marcelo do Carmo que sempre ajudou com a jogabilidade, design, arte e principalmente nos infinitos playtests que fizemos.

G-Virus - Inimigos

Tudo começou no site Kongregate, um dos melhores para desenvolvedores e jogadores desses deliciosos jogos independentes que sempre acabam surpreendendo. Lá houve um campeonato para desenvolvedores amadores, aonde um material ensinando.

G-Virus - O Jogo

Criamos, desenvolvemos, estudamos, ralamos e depois de uma acirrada corrida de votos e gritos ficamos em terceiro lugar e recebemos um bom premio em dinheiro!

Aprendi horrores com essa experiencia, sobre o que significa realmente criar um jogo, o quanto importante é a divulgação, o esforço desumano que é fazer playtest e o quando é delicioso ver uma obra sua nascer, criar vida e se espalhar pela internet em mais de 40 sites. ( Mesmo eu acho o jogo um cocô )

 

Anúncios

Preconceito com Leandros

Até hoje, mesmo tendo os amigos que tenho eu ainda me surpreendo com as pessoas.

Para visualizar melhor a historia a seguir, vou revelar dois dados pessoais importantes.

cabra

  1. Por pura preguiça tanto de escolher roupa tanto para lavar a mesma, amaioria das minhas vestes é da cor preta ou no min. escuras. Mesmo nenhuma delas ser de banda, por deixar o cabelo comprido ( preguiça de cortar ) e ter barba ( porque é o certo ) muita gente me julga pertencente da tribo “metaleiro” ( termo escroto ). Fato é que não sei o porque, adoro musicas chamadas “metal”, mas facilmente você poderá me ver rebolando ouvindo Michael Jackson ou Madona, curtindo Black Eyes Peas ou ouvindo o que mais ouço o dia todo, trilhas sonoras de filmes. Bem, dado esse fato, me acostumei a ser considerado METAL.
  2. Na minha rua tem um cara que cria duas cabras no quintal como um tipico animal de estimação. Andam livres pelas ruas e confesso que são umas graças.

Bem, sobre o dia de ontem.

Estava eu, todo lindão descendo minha rua quando encontro meu senhorio, bem abaixo da janela de uma vizinha daquelas tipicamente estranhas, que vivem na janela ( aonde ela obviamente estava ). Ele é um homem extremamente simpático e  conversamos brevemente sobre os atuais problemas de politica ( tudo ladrão ) e esportes ( avai, avai, avai ). Ele parte e ia eu voltar a seguir meu caminho. Eis que surge o dono das duas Cabras correndo e afoito rua acima.

– Viste minhas cabras? – Pergunta o rapaz com cara de preocupado.meme-satanismo Antes de dizer que não tinha conhecimento de seus animais, a vizinha solta:

Com certeza ele matou no quintal dele como sacrifício! – Toda brava fecha a janela depois.

Detalhes: Não tenho quintal.

O rapaz olha pra mim, eu olho pra ele. Sorrimos e continuei a jornada ao trabalho. Confesso que até agora tento imaginar em qual momento a minha vizinha passou a ter CERTEZA que sou um satanista sacrificador de cabras.

Apenas informando, as cabras passam bem e foram vistas ainda hoje comendo as plantas do jardim da vizinha, o que fez eu gostar delas ainda mais. Assim que conseguir postarei fotos das queridas.

Riddick – Um filme pra se ver

riddickImagina um filme de terror bem terror, sem lugar para escapar, tudo escuro sempre, criaturas mortais e um planeta desconhecido com raras possibilidades de fuga? Imaginou?

Agora coloca um assassino ultra mega foda que enxerga no escuro que não tem medo de nada no meio.

Acabei de apresentar um dos filmes mais surpreendentes que já vi.

Não to dizendo que é o melhor filme do mundo, mas que me surpreendeu e muito. ( e ele é animal ).

Lembro que peguei o filme quando trabalhava numa locadora e escolhi junto com um grande amigo. Era para ser um filme tosco, porra , Eclispe Mortal…OBVIO que será um filme de ação mongol. No dia havíamos visto Exterminio ( 40 Days ) e já estávamos satisfeitos com a dieta de sétima arte e estávamos preparados para ver um filme besta de explosão no espaço.

Primeira surpresa foi quando reconhecemos o Vin Disel, nunca me preocupo com qual ator faz um filme então foi uma surpresa, tanto eu quanto ele éramos fãs do cara e chutamos que achamos um dos primeiros e toscos filmes dele ( todos ator tem ) e mandamos bala no play. E BOOM.

Os efeitos do filme são excelentes pra época, personagens bem construídos, o único tipo de humor que tem é o negro e nada daquelas piadas a lá Duro de Matar ( nada contra, já que em Die hard faz todo o sentido ) e com o melhor anti-herói do cinema! Viramos fãs na hora.

A sua continuação deixou a desejar, fui atrás do jogo e da animação que se seguiram e recomendo a todos. E agora, todo feliz e maroto, vejo o trailer do próximo filme que aparentemente volta as origens ao consagrado Eclipse Mortal.

Hail Richard B. Riddick, que você me surpreenda novamente.

ps: reza a lenda, que Vin Disel ( jogador avido de RPG ) usou um de seus personagens para interpretar o personagem. Se é verdade ou mentira o que importa é que ele joga RPG :D

Links IMDB

Amigos morrem – Sad but True


05 Muito tempo atrás, coisa de 10 anos eu conheci o Pietro numa mesa de RPG na cada de outro amigo. Alguns dias mais tarde fui na casa dele, mal lembro o motivo mas suspeito que tinha algo a ver com RPG. Ele estava ouvindo uma das minhas musicas preferidas, Sad But True e falamos por horas ( na verdade falamos dela até pouco tempo ) e no dia sabia que havia achado um grande amigo.

Hoje cheguei no trabalho como uma sexta entediante qualquer quando a rotina foi quebrada pela noticia do falecimento desse que foi um amigo que ajudou a moldar o que sou hoje. Morreu em sua casa aonde o conheci.

Como muito sabem sou Ateu e nessas horas lembro de palavras sabias de minha antepassada e bisavó que me fez entender que nada somos além de lembranças e sendo assim sou feliz na parte que faz meu amigo ser eterno porque sei que nem se quisesse esqueceria o que passamos juntos.

Criamos mundos inteiros para jogar rpg, sua casa foi palco de mais de uma saga aonde entre amigos enfrentávamos perigos e desafios. Criamos juntos personagens que até hoje são presentes em historias que conto. Sem ele não teríamos um lugar tão perfeito para tantas aventuras.

E não foi só no RPG que esteve presente esse cara. Se não fosse por ele não teria namorado a minha primeira namorada de quem sou melhor amigo até hoje. Ele me apoiou, me ajudou e me ouviu quando precisei e sinto um imenso orgulho de saber que estive com ele em momentos graves aonde ele conseguiu falar coisas que só falou para mim. Lembro desse dia e do peso q tirei dele.

Hoje eu moro longe e não sei se poderei me despedir como fazem os demais, mas aqui deixo ele um pouco imortal como sei q gostaria, um lugar aonde espero que volta e meia alguém venha ler para matar saudades vendo suas fotos ou lendo sobre ele. Um lugar aonde deixo marcado que irei lembrar sempre do grande amigo que tive/tenho.

Não se enganem, o Pietro como toda boa pessoa era um poço de defeitos, alguns bem graves. Brigamos e ficamos sem nos falar varias vezes por nossos defeitos que competiam um com o outro. Sempre voltamos a nos falar no entanto e em uma de nossas ultimas conversas citamos mais uma vez como sempre voltamos a nos falar não importa a bomba que jogávamos um no outro.

Pietro, se com sorte você realmente conseguiu fazer o upload do cérebro na rede antes de mim, está aqui meu recado como prometido.

Um grande Adeus a Pietro Ricco Pasquarelli, obrigado pela sua casa dos fundos, pelas varias noites de corujão com dota, por rir da cara do Jordão e suas trapalhadas, por me ajudar com a Fernanda no começo e no fim, por ter o Akira e seus gatos, para me xingar na cara quando outros falavam pelas costas, por fazer uma ótima salada de tomate e por me fazer aprender que as pessoas são desprezíveis. Sentirei falta de suas piadas usando letras de música que não conhecia e sua incrível habilidade de fazer eu mudar de opinião. E maldito seja por conseguir eu ficar finalmente mal pela morte de outra pessoa.

Único vídeo que tenho dele, aparece no final.


Django Sem Correntes! Muito SPOILER e Sangue

Imagem

Fez um tempo que eu vi o filme DJango.

Ai eu vi de novo no cinema.

Serei sincero, eu acho o Bastardo Inglórios o filme mais fraco do Tio Tarantino ( ok, com um dos melhores vilões, mas ainda acho o filme bem fraquinho ) e o Django apenas comprovou minha teoria.

O Começo do filme com o maravilhoso personagem Dr. King Schultz que na minha humilde opinião levou os filmes nas costas na parte de atuação. Não que os outros personagens estivessem ruim ( tirando a porcaria da mulher do Django que não tem graça alguma ) mas ele realmente de uma alma foda pro personagem.

O Filme é exatamente o que eu esperava de uma mistura de Western + Tarantino. Violência repentina e gratuita, diálogos bem montados e mini tramas mais interessantes que a trama principal. E isso tudo com cavalos e armas antigas. Sério, se não viu ainda veja!

Django não foi herói  nunca pretendeu ser e mesmo assim todos torcem par ao assassino que massacra uma família e seus empregados sem perdão depois do Dr. King Schultz fazer a merda mais épica e máscula do ano! Faria a exata mesma coisa.

A quantidade de referencias no filme encharca a mente pra quem é fã das merdas que o Tarantino curte e tenho certeza que mais coisas irão aparecer pelo tempo que for passar.

Um filme aonde ri, vibrei e torci. Fazia tempo nesse mar de remakes que achava algo produzido nos EUA interessante. Clap Clap senhor Tarantino.